Voltar para o mapa principal

Biblioteca Arthur Vianna

Dispõe de um valioso acervo em todas as vertentes literárias, técnicas e didáticas, composta de aproximadamente 770.675 volumes entre livros, folhetos, revistas, jornais, mapas, discos em vinil, fitas de vídeo, DVD, CDs, ROM, livros em Braille, microfilmes, jogos, gibis e outros.

Atende a um público heterogêneo e cada vez mais crescente, formado por crianças, jovens, idosos, portadores de necessidades especiais, estudantes, profissionais, pesquisadores, etc., com uma freqüência média de 2.000 usuários/dia.

Visa promover o acesso à informação e à difusão de bens culturais, bem como o conhecimento da memória cultural do Estado do Pará.

Contribuir com seus serviços e produtos para o desenvolvimento integral e sustentável da sociedade.

Colaborar como uma das instituições responsáveis pela memória de uma sociedade na preservação do patrimônio de pensamento humano e das conquistas culturais. Seus serviços abragem também atividades de incenttivo à leitura, visitas institucionais com atividades, visitas monitoradas, palestras e exposições.

Faça-nos uma visita e conheça um espaço destinado à cultura e informação.

A Biblioteca Pública foi fundada, de fato, graças aos esforços do Sr. Joaquim Pires Machado Portella, presidente da província, que escreveu cartas para a capital e o interior da província, solicitando livros ou quantias para comprá-los. O povo acatou o seu apelo e, no dia 25 de março de 1871, fez-se festa solene para inaugurar a biblioteca.

A biblioteca foi instalada em “um grande salão e compartimentos contíguos ao pavimento térreo do edifício do Lyceu paraense”. Seu acervo era de mais de 1914 volumes e 55 folhetos. No governo de Lauro Sodré, no ano de 1895, foi adquirido o prédio onde funcionou o Banco Commercial do Pará, para nele instalar a Biblioteca Pública, hoje ArquivoPúblico do Pará, que no ano de 1894, foi oficialmente incorporado à Biblioteca.

Por sua própria expansão e pela inadequação de espaço, em 1986, a Biblioteca Pública se desvinculou do Arquivo Público e foi transferida para a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves – CENTUR, onde funciona até hoje, recebendo o nome de Biblioteca Pública Arthur Vianna.

 

Links

Fechar

Vídeos

Fechar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mapa About